Instituto Wilson Mello

Peter O'Sullivan e sua equipe internacional desenvolveram uma abordagem de avaliação e intervenção chamada "Cognitive Functional Therapy" (CFT). CFT é uma abordagem para o manejo dos distúrbios da dor lombo-pélvica que considera fatores através do espectro biopsicossocial que contribuem para o desenvolvimento e manutenção de um distúrbio da dor. Ele fornece uma estrutura lógica que permite que fisioterapeutas qualificados diagnostiquem, façam a triagem e direcionem o gerenciamento do tratamento quando apropriado. O CFT integra estratégias cognitivas e reabilitação funcional para alterar movimentos provocativos e comportamentos cognitivos que provocam e mantêm a dor.

Esta abordagem foi desenvolvida através de uma combinação entre uma síntese de literatura científica contemporânea, um conjunto de pesquisas originais lideradas pelo Prof Peter O’Sullivan e uma equipe colaborativa de pesquisadores internacionais. Hoje, existem evidências de que a abordagem CFT fornece melhores resultados clínicos do que os padrões ouro de tratamento atuais no manejo da dor lombar crônica inespecífica.

O workshop é dinâmico, interativo e prático. Ele inclui demonstrações de pacientes reais, raciocínio clínico e prepara fisioterapeutas para desenvolver habilidades em diagnósticos, bem como o design de intervenções CFT.

Esteja preparado para mudar suas crenças sobre dor lombar se você se inscrever para este workshop.

 

Objetivos do curso:

Ao concluir este workshop clínico interativo, os participantes irão:

1. Obter conhecimento sobre crenças comuns sobre dor lombar persistente.

2. Obter conhecimento sobre suas próprias crenças sobre dor lombar persistente.

3. Adquirir conhecimento sobre as evidências atuais para o manejo da dor lombar persistente não específica.

4. Desenvolver uma compreensão contemporânea dos fatores biopsicossociais subjacentes a distúrbios complexos da lombalgia.

5. Desenvolver uma compreensão de uma abordagem multidimensional para a classificação de distúrbios complexos da dor lombar com base em fatores anatomopatológicos, físicos, neurofisiológicos, familiares / genéticos e psicossociais.

6. Desenvolver habilidades de avaliação (diagnóstico) na aplicação de uma estrutura de raciocínio clínico multidimensional (MD-CRF) para examinar pacientes com transtornos complexos de lombalgia.

7. Identificar as principais barreiras para a recuperação da dor lombar crônica usando essa nova abordagem de raciocínio clínico.

8. Desenvolver habilidades em projetar e implementar intervenções de Terapia Funcional Cognitiva (CFT).

9. Demonstrar como focar nos principais aspectos modificáveis ​​da recuperação da dor lombar crônica usando essa nova abordagem de raciocínio clínico.

10. Experimentar a integração deste raciocínio clínico multidimensional com base em demonstrações ao vivo de pacientes e discutir estudos de caso.

 

Módulo 2 - Modelo CFT de Raciocinio Clinico Multidimensional – Colocando em Prática

O workshop de 3 dias é dinâmico, interativo e prático e irá desenvolver ainda mais as habilidades dos participantes para com diagnósticos, raciocínio clínico e concepção de intervenções CFT para distúrbios específicos da coluna vertebral. Vários pacientes ao vivo ou gravados em vídeo serão usados ​​para demonstrar como aplicar os princípios do CFT na prática. Os pacientes nestas praticas terão dor persistente na coluna, de natureza complexa e debilitante. Quando disponíveis, os participantes serão fornecidos durante as aulas praticas, deinstruções para apoiar publicações e recursos baseados na web (www.pain-ed.com) para auxiliar este processo de integração clínica.

Neste módulo, os seguintes aspectos serão abordados:

• A utilização de técnicas de entrevista motivacional para permitir o desenvolvimento de uma forte aliança terapêutica dentro de uma estrutura biopsicossocial, identificando e direcionando as barreiras para a mudança comportamental.

• Habilidades diagnósticas, observacionais e interpretativas necessárias para a triagem de pacientes, análise de comportamentos funcionais e de dor, a fim de determinar comportamentos adaptativos a partir de comportamentos não adaptativos.

• Manejo direcionado centralizado no paciente para comunicar-se efetivamente, ensinar estratégias de relaxamento do corpo, normalizar padrões de movimento funcional e desencorajar comportamentos de dor, utilizando atenção plena e princípios motivacionais. O feedback (visual, sensorial e verbal) e o ritmo de atividade são componentes desse processo.

• Progressão específica do exercício para deficiências de movimento e controle mal-adaptativos.

Cadastre-se para receber informações


Instituto Wilson Mello

Palestrante

Wim Dankaerts é professor de Reabilitação Musculoesquelética e membro da “Musculoskeletal Rehabilitation Research Unit, Department of Rehabilitation Sciences, Faculty of Kinesiology and Rehabilitation Sciences, University of Leuven”, onde leciona fisioterapia musculoesquelética de graduação e pós-graduação, supervisiona pesquisas de nível superior (mestrado e doutorado)e realiza pesquisas em distúrbios da dor musculoesquelética. Wim Dankaerts é especialista em fisioterapia musculoesquelética e trabalha como clínico e pesquisador.

Sua extensa experiência clínica durante um período de mais de 25 anos gerou um grande interesse na pesquisa em dor lombar crônica. Wim Dankaerts publicou um total de 55 artigos científicos, apresentou ou participou de mais de 50 artigos apresentados em congressos e foi um orador convidado em mais de 30 conferências. Recebeu convites da “National Physiotherapy Associations” para realizar workshops clínicos em Fisioterapia Musculoesquelética na Austrália, Brasil, Taiwan, Dubai, África do Sul, Holanda, Suécia, Escócia, Reino Unido, Irlanda, Suíça, Arábia Saudita, Estados Unidos, Noruega, Alemanha.

Inscrições: WhatsApp (19) 99791-9292 com Adriana ou email adm@iwmello.com.br

Carga horária
21h45

Público alvo
Fisioterapeutas

Formas de pagamento

Em até 4x  parcelamento cartão ou boleto